O posto da Anvisa em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, teve um considerável aumento de trabalho a partir de 2017, com a crise no país vizinho. Foram os servidores da Agência que inicialmente identificaram que algo anormal se passava, por conta do abrupto crescimento no fluxo de estrangeiros em rota para o Brasil.  

Logo ficou claro que as necessidades daqueles que buscavam refúgio iam além de carteira de vacinação ou orientações sobre saúde. Muitos chegavam famintos e com sede ao posto da Anvisa. 

Hoje, cerca de 500 venezuelanos entram por dia no Brasil, passando a contar com a estrutura da Operação Acolhida, que o governo brasileiro montou na fronteira para atender às necessidades básicas dos imigrantes. A Anvisa permanece como um dos principais pilares da estrutura de acolhimento montada pelo Brasil. 

Assista ao vídeo sobre o trabalho da Agência nessa fronteira brasileira. 

 

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial e Facebook @AnvisaOficial

 





Fonte

0 Comentários

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido